Artroplastia: devolvendo o movimento do tornozelo

Artroplastia Devolvendo o movimento do tornozelo

Artroplastia: devolvendo o movimento do tornozelo

O que é a artrose de tornozelo?

Nos estágios avançados de uma artrose do tornozelo, o tratamento cirúrgico acaba se tornando a única opção de melhora. Atualmente, há diversas intervenções através de cirurgias e dentre elas está a artroplastia de tornozelo.

artroplastiaA artrose é uma doença degenerativa que acomete as cartilagens de todo o corpo, incluindo a região do tornozelo. Esse desgaste progressivo provoca dores constantes ao paciente, além de limitação de movimentos com a articulação.

Caso as medidas de tratamento conservadoras não surtam efeito e a doença não apresente uma desaceleração, é preciso da intervenção cirúrgica via artroplastia.

No entanto, para que o tratamento através da artroplastia de tornozelo seja feito é preciso de uma minuciosa avaliação de um ortopedista especializado em pé e tornozelo.

+ Especialista em pé e tornozelo

Compreendendo a artroplastia do tornozelo

Atualmente, há inúmeras técnicas cirúrgicas para tratar pacientes que são portadores da artrose, como a artrodese. Este procedimento visa fundir o tornozelo para aliviar a dor do indivíduo, permitindo que ele caminhe normalmente.

+ Artrodese do tornozelo

Contudo, esta abordagem provoca a limitação funcional na articulação, limitando o paciente a realizar atividades de grande impacto, como correr.

Todavia, graças aos grandes avanços da medicina, atualmente é há outra opção viável, através da cirurgia onde se utiliza uma prótese no tornozelo, assim como ocorre em outras articulações como o joelho, quadril e ombro.

A artroplastia consiste na substituição da articulação do tornozelo doente por uma prótese composta de três partes que possibilita uma marcha mais harmônica e o uso de calçados normais.

As próteses que são utilizadas nesta operação passaram por uma grande evolução ao longo dos anos. No entanto, as preocupações sobre a longevidade ainda existem e não há estudos a longo prazo que demonstrem com exatidão após o procedimento.

Portanto, as atividades esportivas após a cirurgia de implante da prótese do tornozelo podem acontecer, mas de preferência que sejam de pouco impacto, como por exemplo a natação, hidroginástica, Pilates e bicicleta.

Quem pode ser submetido à artroplastia de tornozelo?

Há diversos fatores que são levados em consideração pelo ortopedista antes de o paciente ser submetido à cirurgia, como idade, sexo e grau em que a artrose se encontra. Caso o indivíduo tenha sobrepeso, o mesmo também não pode ser operado, uma vez que o excesso de peso provoca uma carga maior na região, prejudicando a recuperação e adaptação à prótese.

Como funciona a recuperação pós-artroplastia?

artroplastiaO tempo de pós-operatório varia entre três e cinco semanas após o procedimento e vai depender muito da evolução do paciente. O resultado se faz mais efetivo após pelo menos três meses, onde as atividades normais podem ser retomadas com frequência.

A vantagem da substituição do tornozelo pela prótese é que ela permite manter a mobilidade e o movimento articular no tornozelo. Já a desvantagem é que infelizmente nem todos os pacientes são apropriados para a realização da artroplastia.

Por este motivo, é preciso do acompanhamento de um ortopedista especialista em pé e tornozelo para a avaliação e determinar se o paciente é um candidato apto a ser submetido à artroplastia de tornozelo.

artroplastia

É possível prevenir a artrose?

A artrose é uma doença que pode ser prevenida através de bons hábitos ao longo da vida. Por ser mais frequente entre pacientes que se encontram na terceira idade, o indivíduo pode tomar cuidados com a alimentação e praticar atividades físicas de forma regular.

Contudo, caso o quadro se desenvolva de maneira precoce, é importante procurar o acompanhamento especializado para que as opções de tratamento conservadoras sejam adotadas, sem que o corpo do paciente seja agredido pela realização de uma cirurgia como a artroplastia de tornozelo.