Bursite nos pés – O que causa?

Bursite nos pés – O que causa

Bursite nos pés – O que causa?

A bursite é uma inflamação das bursas – pequenas bolsas que ficam entre ossos, músculos e tendões. Esse problema é comum entre os corredores e frequentemente ocorre quando uma articulação é sobrecarregada, o que ocorre em atividades físicas que envolvem uma série de movimentos repetitivos.

As zonas comuns de ter uma bursite no pé estão na parte inferior do calcanhar, por trás do calcanhar, perto da fixação do tendão de Aquiles, bem como ao longo do lado de um joanete (um dedo).

Geralmente aparecem sintomas como dor ao redor da articulação (especialmente quando é pressionada ou movimentada), inchaço ou edema, restrição de movimentos e inflamação, sinalizado como clássicos de vermelhidão e calor na região.

Muitas vezes pode ser confundido também com o neuroma, a gota (tipo de artrite) ou uma infecção, especialmente na região do dedão do pé. Um diagnóstico de bursite é geralmente usado em combinação com a causa subjacente, por exemplo, uma deformidade no joanete, deformidade de Haglund, ou esporão do calcâneo.

O tratamento envolve descanso da articulação afetada para proteger de um trauma maior. A dor geralmente desaparece dentro de algumas semanas com o tratamento adequado, mas recorrentes crises de bursite são comuns.

Além do uso de medicamentos orais anti-inflamatórios ou de uma injeção de medicação para reduzir o processo de inchaço na bursa, certos cuidados no cotidiano podem ajudar a evitar o problema, como a troca dos sapatos de uso diário, uso de tênis adequados para o esporte e pisada, até mesmo órteses para tentar controlar a estrutura do pé, em especial para os que possuem a pronação excessiva.

A dor geralmente melhora dentro de algumas semanas, mas o inchaço pode levar mais tempo para desaparecer completamente. É importante prestar atenção aos sinais precoces de atrito, como a formação de bolhas que podem indicar as áreas mais propensas a causar uma bursa e, posteriormente, uma bursite nos pés.

Esteja sempre alinhado à uma orientação médica para evitar possíveis complicações. Em caso de dúvidas, agende uma consulta!