Proloterapia

Proloterapia

Proloterapia

A proloterapia é uma técnica médica usada para tratar dores articulares. Essa terapia utiliza injeções para regenerar os tecidos lesionados, como ligamentos inflamados ou tendões. Assim, a proloterapia reduz a dor, repara e fortalece os tecidos articulares.

Todos os dias estamos sujeitos a sofrer algum tipo de lesão. As lesões nos tornozelos são as mais comuns e ocorrem em situações frequentes do nosso dia. Não é algo exclusivo dos atletas, pois acontece também com pessoas comuns. Uma distração apenas é suficiente para pisarmos em um buraco e sofrer alguma lesão.

Dessa forma, tanto os jogadores de futebol profissional como os atletas de final de semana podem sofrer lesões. Bem como os atletas do vôlei que sofrem luxação pelo impacto da bola no corpo. Esportes com maiores impactos, como basquete e saltos, provocam lesões nos tornozelos e joelhos. As lesões ligamentares estão em segundo lugar entre as lesões que os atletas mais sofrem. Por isso, a proloterapia é uma das técnicas indicadas para tratar essas lesões.

Lesões que podem ser tratadas com a proloterapia:

Luxações
Distensões
Rupturas musculares
Rupturas tendinosas
Dor lombar crônica
Dor e rigidez resultantes da osteoartite

 

Como é feito o tratamento?

O tratamento é feito com a aplicação de uma série de injeções com uma solução de irritante químico em um período entre duas e seis semanas. O corpo interpreta essa aplicação como uma nova lesão e entra novamente no processo de cicatrização. Dessa forma, duplica a capacidade de regenerar o tecido e torna a técnica eficaz. O processo de regeneração começa no mesmo instante em que o leito capilar é lesionado novamente.

Entretanto, essa ação regeneradora diminui em duas semanas e por isso, é feita uma série de aplicações. O número de injeções de proloterapia varia de acordo com a orientação médica. Essa técnica promove o fortalecimento dos tecidos e aumento da elasticidade. Além disso, o alívio da dor pode ser prolongado ou até permanente.

Nesse sentido, os pacientes relatam melhora já nas primeiras aplicações. Outros percebem a melhora após cada aplicação. Eventualmente, é possível ocorrer edemas ou até rigidez no local onde foi aplicada a injeção, mas são sintomas temporários.

Conheça os três tipos de soluções usadas na proloterapia:

Irritantes químicos (fenol)
Agentes osmóticos (glicose hipertônica e glicerina)
Agentes quimiotáticos derivados do óleo de fígado de bacalhau)
Conheça os benefícios da proloterapia

A proloterapia proporciona aos pacientes uma grande melhora na qualidade de vida. Seus benefícios são:

Melhora na qualidade do sono
Os pacientes voltam a caminhar normalmente sem dor
Voltam a praticar esportes
Pacientes com dores agudas na coluna melhoram após o tratamento.

Contudo, a técnica da proloterapia deve ser aplicada por um profissional especializado. Da mesma forma, é necessário fazer exames posteriores para acompanhar o progresso da regeneração das lesões. O ortopedista especialista em tornozelos indicará a melhor técnica adequada à sua situação.

Acompanhe nossas publicações e saiba mais sobre os fatores de risco e como prevenir lesões ligamentares dos tornozelos. Do mesmo modo, entenda também por que é importante passar por uma avaliação com o ortopedista antes de iniciar um programa de atividades físicas. Em caso de dúvidas, marque uma consulta com um ortopedista especialista em tornozelos.