Esporão do Calcâneo

esporão do calcâneo

Esporão do Calcâneo

O calcâneo é um osso do calcanhar e, quando acontece uma deposição “extra” de cálcio nesse osso, surge a deformidade que chamamos de esporão. Assim, o esporão do calcâneo é um crescimento anormal desse osso, geralmente na parte inferior. Esse é o osso que sustenta o peso do corpo, por ser o maior osso do pé, então ele recebe impacto constantemente. Isso pode ser a causa do surgimento de microtraumas e inflamações, que favorecem esse acúmulo de cálcio que forma o esporão. Agora que ficou mais claro como o esporão do calcâneo se forma, vamos entender melhor as causas?

Não existe uma causa única para o surgimento da lesão que provoca o acúmulo de cálcio e, consequentemente, o esporão, mas podemos listar fatores de risco que costumam estar presentes em pacientes que -desenvolvem essa deformidade:

  • a prática de esportes e atividades físicas que exigem movimentos de alto – impacto no chão (o ballet, por exemplo);
  • o uso de calçados inadequados (apertados ou desconfortáveis) ou o uso – – – excessivo de salto alto;
  • pisada incorreta;
  • rotina de trabalho que exige ficar muitas horas em pé;
  • ter mais de 40 anos;
  • obesidade;
  • pé chato ou pé cavo.

Sintomas

Uma boa notícia a respeito do esporão do calcâneo é que a maior parte dos casos, cerca de 95%, é assintomático. O paciente pode permanecer durante um bom tempo sem sentir nenhum tipo de incômodo devido ao crescimento anormal do osso. Quando surge um sintoma, geralmente é a dor no calcanhar, e mesmo essa não é provocada somente pelo esporão. O que acontece é que o esporão do calcâneo pode estar associado a fascite plantar, que provoca a dor no calcanhar.

Essa dor é mais forte de manhã, ao acordar, e após longos períodos de repouso em geral. Os pacientes costumam relatar que a dor piora ao subir escadas ou ficar longos períodos em pé e que melhora após alguns minutos de caminhada. Um outro sintoma possível é o inchaço do calcanhar.

O médico ortopedista especialista em pé e tornozelo é quem vai diagnosticar o esporão do calcâneo, através de exames clínicos e também exames de imagem como radiografia do pé e ressonância magnética (essa é importante para descartar a possibilidade de outras doenças do pé).

Tratamentos

Se você é um dos pacientes em quem o esporão do calcâneo provoca dores, procure o ortopedista especialista em pé e tornozelo para esse diagnóstico, porque o tratamento foca justamente em reduzir a inflamação e aliviar a dor. Remover o excesso de osso e realmente “curar” o esporão do calcâneo só é possível com cirurgia, mas isso só será considerado se os tratamentos para reduzir a dor falharem.

Dependendo do paciente, o tratamento vai exigir primeiramente mudanças no estilo de vida, como redução do peso no caso de pacientes obesos e mudança da prática de atividades físicas, caso seja isso que tenha provocado a doença. Outras opções de tratamento para aliviar a dor são a prescrição de medicamentos anti-inflamatórios (que podem ser via oral ou pomadas) e o uso de palmilhas ortopédicas, que são feitas de materiais especiais para reduzir a pressão no calcanhar.

O médico ortopedista também pode recomendar o uso de uma “bota walker”, que ajuda, como a palmilha, a distribuir melhor a pressão sobre o pé e reduzir a dor. Em casos em que os sintomas persistem após seis meses, costuma-se indicar a fisioterapia com aplicação de ondas de choque. É muito importante a disciplina do paciente em seguir as recomendações do médico, pois, se não tratada, a dor resultante do esporão do calcâneo pode vir a se tornar dor crônica no calcanhar.

Como mencionamos, a cirurgia é indicada em alguns poucos casos em que o tratamento não foi capaz de aliviar a dor e trazer qualidade de vida ao paciente. Outro fator que se deve considerar ao indicar a cirurgia é que há grandes chances de o esporão surgir novamente, se apenas foi retirado o excesso de cálcio e não tratada a causa original com mudanças nos hábitos de vida. Conte sempre com seu médico ortopedista especialista em pé e tornozelo e não deixe de seguir as orientações que vão evitar que você sofra com dores decorrentes do esporão do calcâneo.