Artrodese no Tornozelo – Quando é indicado?

Artrodese no Tornozelo – Quando é indicado

Artrodese no Tornozelo – Quando é indicado?

Artrodese é uma cirurgia indicada para tratamento da osteoartrose (desgaste articular) grave e incapacitante, utilizada também para correções de deformidades geradas normalmente por doenças como a artrite.

Artrodese no Tornozelo – Quando é indicadoEsse método pode ser usado para tratar doenças em quase todas as articulações do corpo, mas é mais utilizado em dedos, tornozelos, pés e coluna.

+ Coalizão tarsal

O procedimento consiste em realizar uma fusão completa entre dois ou mais ossos vizinhos e eliminar o movimento entre eles.

No tornozelo, se faz a fusão completa entre o tálus (osso do pé) e a tíbia (osso da perna), eliminando assim os movimentos de flexão e extensão. Assim, a articulação doente deixa de existir e a dor, causada pelo seu movimento, desaparece.

Quais os impactos das deformidades ósseas?

Como mencionado, as deformidades ósseas podem gerar impactos graves aos pés e tornozelos do paciente, predispondo o mesmo a desenvolver o encurtamento tendinoso e dores durante o caminhar.

Além da presença de doenças autoimunes, essas deformidades podem se desenvolver devido às alterações na pisada do paciente, assim como o uso recorrente de calçados apertados ou salto alto, que provocam estresse articular, gerando microfraturas e, consequentemente a deformação.

+ Calçados incorretos e os problemas causados

Em quais casos é indicada a artrodese?

Artrodese no Tornozelo – Quando é indicadoComo este tipo de tratamento provoca a imobilização total da articulação, é realizado somente nos casos que já estão muito avançados ou em situações em que os outros tipos de tratamento não forneceram melhora suficiente da dor.

Pacientes que sofrem com instabilidade crônica, causadas por entorses também podem ser submetidos à artrodese no tornozelo, em casos muito graves com deformidades muito grandes e limitantes devido ao desgasteda cartilagem causado pela deformidade crônica.

O avanço do quadro se dá, especialmente, se o paciente não procura o tratamento adequado e mantém suas atividades normais que geram a deterioração articular.

Vale destacar que pacientes que ainda estão em fase de crescimento não devem fazer a cirurgia, pois podem desenvolver deformidades adicionais à medida que crescem.

Pacientes que fumam, possuem uma infecção ativa ou potencial de cura ruim, correm maior risco de complicações.

Todavia, antes de optar por essa intervenção, o ortopedista especializado em pé e tornozelo realiza uma série de exames, a fim de promover medidas conservadoras, que não agridam o corpo do paciente e promovam uma recuperação mais rápida.

Como é a recuperação pós-artrodese do tornozelo?

Artrodese no Tornozelo – Quando é indicadoO tempo médio de recuperação após uma artrodese do tornozelo varia entre 4 e 6 meses. O paciente permanece dias a semanas sem pisar a depender de cada caso e da técnica usada na cirurgia. Espera-se que a consolidação da cirurgia permitindo pisar sem restrição de bota ortopédica e muletas se dê entre 3 e 6 meses.

Também são indicadas sessões de fisioterapia para que o paciente melhore sua coordenação motora e fortaleça a região operada, a fim de conseguir colocar os pés no chão novamente e voltar às suas atividades normais.

Por conta do impacto que a artrodese gera nos movimentos do tornozelo, movimentos bruscos como correr pode vir a se tornar algo difícil de se fazer. Entretanto, com paciência, perseverança e uso de calçados apropriados, um programa de corrida leve pode ser possível para alguns pacientes após o período de recuperação.

Contudo, é preciso do acompanhamento prévio de um ortopedista especialista em pé e tornozelo para a abordagem adequada quanto à artrodese no tornozelo.

+ Ortopedista Especialista em Pé e Tornozelo

Não hesite em buscar orientação de um especialista em pé e tornozelo ao menor sinal de dor na articulação. Quando o diagnóstico é realizado no início, as chances de se realizar tratamentos convencionais e indolores é menor.