Relação entre lesões de cartilagem e a prática de esportes

lesões de cartilagem

Relação entre lesões de cartilagem e a prática de esportes

Você sabe qual é a relação entre lesões de cartilagem e a prática esportiva?

Praticar atividades físicas promove inúmeros benefícios para a saúde. Desde a prevenção de problemas cardiovasculares até a melhora da autoestima. Em outras palavras, os exercícios físicos ajudam na melhora do sono, a diminuir os sintomas do estresse, ansiedade e na redução da depressão, doença que é muito comum nestes tempos.

Mas se há tantos benefícios, qual é a relação entre lesões de cartilagem e a prática de esportes?

A cartilagem é um tipo de tecido que serve para revestir as superfícies articulares. Ela tem como função absorver os impactos e facilitar o deslizamento dos ossos nas articulações. Dessa forma, a cartilagem protege as superfícies ósseas. Entretanto, por ser um tipo de tecido pouco vascularizado, quando sofre algum tipo de lesão, a sua capacidade de reparo é restrita.

Por isso, essa pergunta tem intrigado a ciência: quem pratica esportes sofre mais com lesões de cartilagem? Em nossas atividades diárias normais, a cartilagem patelar sofre uma compressão de 2 a 8%, comparada ao corpo em repouso. Quando praticamos alguma atividade mais intensa, podemos somar mais 2 a 8% de compressão. Mas isso seria suficiente para causar lesões de cartilagem?

Para medir os níveis de degradação da cartilagem, os pesquisadores trabalham com os bioindicadores. Encontramos os bioindicadores na urina e no sangue e eles mostram o quanto de cartilagem está sendo degradada no organismo. Nesse sentido, pessoas que têm artrose diagnosticada possuem em seu organismo maior número desses bioindicadores.

Recentemente, um estudo realizado pelo grupo de traumatologia da Santa Casa de São Paulo concluiu que os atletas de alto rendimento degradam mais a cartilagem. Entretanto, maiores estudos precisam ser feitos nessa área.

 

Como evitar as lesões de cartilagem?

Enquanto a ciência procura responder a essas perguntas, alguns cuidados básicos podemos ter para cuidar das nossas cartilagens.

Mantenha seu peso sob controle: estar acima do peso ou com obesidade prejudica a cartilagem dos joelhos.

Pratique exercícios físicos de alongamento e fortalecimento da musculatura. Eles ajudarão a manter a elasticidade dos músculos e seu fortalecimento.

Evite sobrecarga: ao manter seus treinos, não exceda seus limites.

Mantenha consultas periódicas com seu ortopedista especialista em pé e tornozelo.

 

Existem tratamentos para as lesões de cartilagens?

Estudos apontam que o uso do ácido hialurônico ajuda na manutenção da viscoelasticidade da cartilagem. Dessa forma, ele auxilia na melhora da resposta inflamatória e imunológica. A utilização do ácido mostrou redução dos bioindicadores no organismo do paciente. Além disso, outros benefícios que o ácido hialurônico proporciona são:

O procedimento pode ser realizado ambulatorialmente.
Diminui a dor.

Em casos de osteoartrite, altera o curso da doença e melhora a cartilagem articular de forma quantitativa e qualitativa.

Além das lesões que os atletas sofrem diariamente ao praticar atividades físicas, é preciso entender que, com o envelhecimento, aumentam as doenças relacionadas às articulações. Por isso, mantenha seus exames em dia. Faça um acompanhamento regular com o ortopedista. Assim, é possível diagnosticar precocemente possíveis doenças que causam lesões de cartilagens.

Acompanhe também nossas publicações e saiba como prevenir lesões nos ligamentos dos tornozelos. Em caso de dúvidas, marque uma consulta com um ortopedista especialista em tornozelo em São Paulo.