Você faz alongamentos para os pés? Saiba a importância deles

alongamentos para os pés

Você faz alongamentos para os pés? Saiba a importância deles

Se você já sabe da importância do alongamento para a sua saúde óssea e para a saúde em geral e não que seus pés pés também precisam de alongamento, está na hora de rever isso.

É normal esquecer de alongar essa parte do corpo, mas são justamente os pés que recebem a maior parte da pressão e sobrecarga dos nossos movimentos. Por isso, no texto de hoje quero explicar alguns benefícios e características dos alongamentos para os pés e falar de alguns exercícios simples nesse sentido que você pode fazer em casa.

Os alongamentos para os pés são simples e rápidos de fazer, logo você pode incluí-los na sua rotina sem muita dificuldade. No entanto, não deixe de consultar um profissional ortopedista antes de começar a fazer isso sozinho, para não fazer os exercícios de maneira incorreta.

A função dos alongamentos para os pés é aumentar a flexibilidade e o número de fibras musculares na região. Assim, o número de exercícios e quais deles fazer depende das necessidades do corpo de cada pessoa. Peça orientação ao seu médico ortopedista especialista em pé e tornozelo sobre quais seriam os mais adequados para você. Abaixo explico alguns tipos de alongamentos para os pés, para você ter uma ideia de como é fácil incluir na sua rotina mais esse cuidado com a sua saúde.

Alongamento para o peito do pé: esse alongamento ajuda na melhora da amplitude de movimentos e evita dores nos calcanhares.

  • sente-se sobre os joelhos com os pés esticados e solas para cima.
  • mantenha as costas retas e apoie o peso do corpo na panturrilha.
  • incline-se para trás, mantendo a curva dos pés para apoiar o corpo.
  • permaneça na posição por 30 segundos e repita três vezes com pausas de um minuto.

Alongamento para os arcos do pé: evita dores causadas por enrijecimento dessa região que possui muitas terminações nervosas e pontos de pressão.

  • pegue uma bola de tênis e coloque embaixo dos pés descalços.
  • pressione a bolinha com o pé, fazendo movimentos circulares.
  • repita por cinco minutos, lentamente e de maneira constante.

Alongamento do músculo gastrocnêmio: esse músculo fica na parte de trás das panturrilhas, mas pode ficar dolorido devido a um esforço excessivo aplicado sobre os pés, como ficar em pé muito tempo ou usar sapatos de salto alto. Assim, esses alongamentos para os pés são benéficos para essa região também.

  • escolha um superfície elevada como um degrau ou um banco e apoie um dos pés nela, mantendo a parte de trás sem apoio.
  • cruze o outro pé na frente desse, apoiando-o da mesma forma, e levante os dois pés repetidas vezes. Faça duas repetições de 30 a 60 segundos e troque a posição dos pés.

Incluir esses alongamentos na sua rotina podem ajudar a evitar alguns problemas ortopédicos nos pés e tornozelo. Se você costuma ter dores ou sofre de lesões e entorses recorrentes, pode ser uma boa ideia pedir ao seu médico ortopedista especialista em pé e tornozelo orientação para fazer alongamentos que fortaleçam essa região