Lesão no tendão de Aquiles

O que é a lesão do tendão de Aquiles?

A lesão no tendão de Aquiles (tendão calcâneo) é o tendão mais forte do corpo humano, localizado atrás do tornozelo. Liga os músculos da panturrilha ao osso do calcanhar (calcâneo), sendo o principal responsável para impulsionar a passada, ficar na ponta dos pés e saltar. Apesar da sua força, este tendão também é vulnerável a lesões principalmente devido fornecimento limitado de sangue e às altas tensões a que está sujeito.

 

lesão no tendão de aquilesAs lesões, muitas vezes são causadas por um aumento repentino na quantidade de estresse no tendão de Aquiles, sobrecarga, mau alinhamento dos membros, tabagismo e uso de calçados inadequados. Efeitos colaterais de alguns medicamentos, doenças como diabetes, hipertensão arterial, colesterol alto, ácido úrico elevado também contribuem para facilitar uma lesão.

 

Os impactos da sobrecarga no tendão de Aquiles

Quando há a sobrecarga em um músculo ou tendão, esta estrutura tende a ter sua capacidade desgastada devido ao movimento constante. Este tipo de lesão se dá ao longo do tempo e, se o paciente não respeitar o descanso para que a estrutura se recupere após sofrer os traumas promovidos pela sua constante atividade, há uma maior reincidência para lesão.

 

Apesar de existir condições e estilos de vida que predisponham o indivíduo a uma lesão no calcâneo, os quadros mais reincidentes são aqueles que sofrem com aflições desencadeadas pelo estresse tendinoso, que pode ser causado pelo esforço excessivo da estrutura ou devido a um desbalanço durante o movimento.

 

Esta lesão pode ocorrer apenas em atletas?

Embora a lesão no tendão Aquiles esteja associada à prática esportiva por conta do estresse aplicado na estrutura durante a corrida, por exemplo, esta condição pode acometer pessoas que não são ativas.

 

Mulheres que utilizam o salto alto com frequência, fazendo com que o posicionamento dos pés e das estruturas tendinosas fiquem tensionados, gerando um estresse na região e desencadeando a lesão.

 

No dia a dia, uma torção causada por um trauma em uma superfície acidentada, também pode provocar este problema e, além disso, pacientes que possuem o encurtamento da estrutura podem ser vítimas desta aflição, tendo em vista o constante esforço tendinoso para compensar o movimento.

Quais os sintomas da lesão do tendão de Aquiles?

lesão no tendão de aquiles

Os principais sinais e sintomas da lesão no tendão de Aquiles são:

 

  • Uma dor súbita e severa pode ser sentida na “parte de trás” do tornozelo, muitas vezes descrita como “ser atingido por uma pedra ou um tiro” ou “como alguém a pisar na parte de trás do tornozelo”;
  • Uma descontinuidade ou depressão pode ser sentida e vista no tendão acima do calcâneo (osso do calcanhar);
  • Impossibilidade de se colocar em “pontas de pés” do lado afetado;
  • A dor inicial, edema (inchaço) e rigidez podem ser seguidas por contusões e fraqueza (não conseguir apoiar o pé no chão, caminhar).

 

Lembrando que o diagnóstico precisa ser feito por um médico especialista em pé e tornozelo e é realizado com base nos sintomas, na história da lesão e em avaliação clínica. Existem diversos testes específicos que devem ser feitos, aliados aos exames complementares de diagnóstico.

Diagnóstico e tratamento da lesão no tendão de aquiles

Como funciona o diagnóstico?

lesão no tendão de aquilesO diagnóstico da lesão do tendão de Aquiles é feito por um ortopedista especializado em pé e tornozelo, com uma avaliação clínica, que consiste em movimentos específicos com a articulação, além do histórico do paciente.

 

Exames de imagem, como a ressonância magnética, podem ser solicitados, a fim de examinar se existe uma apenas uma lesão ou o rompimento do tendão de Aquiles.

 

Qual o tratamento para a lesão do tendão de Aquiles?

O objetivo do tratamento é restaurar a função do tendão, para tal, é necessário que os tecidos que compõem o tendão cicatrizem “unidos” entre si.  Mas tudo vai depender da idade, nível de atividade, gravidade e tipo de lesão. Pode ser ou não cirúrgico, mas independente disso, a fisioterapia é um componente importante do processo de qualquer um dos tratamentos.

 

O tratamento simples, geralmente indicado nos casos de estiramento e rupturas parciais do tendão, é recomendado o uso de órteses que elevem o calcanhar como o uso de tornozeleiras e meia palmilha de silicone, até mesmo a imobilização com o uso de bota ortopédica ou bota gessada com salto. Já a intervenção cirúrgica, geralmente é realizada em ambulatório. Isso significa que o paciente é operado e vai para casa no mesmo dia.

Como prevenir a lesão do tendão de Aquiles?

lesão no tendão de aquilesAs formas de prevenção da lesão no tendão de Aquiles consistem em realizar alongamentos antes das atividades físicas, utilizar um calçado confortável, seja durante os esportes ou no dia a dia e respeitar o descanso após um longo dia em que o calcâneo foi exigido, uma vez que sinais característicos podem ser sentidos, como leves incômodos na região.

 

Vale ressaltar que o paciente também precisa saber dosar a carga de treinamentos aplicadas sobre o tendão, visto que este é um dos principais fatores que desencadeiam algum tipo de problema na articulação. Por isso, é importante ter o acompanhamento de um educador físico para a orientação adequada.

 

Ademais, caso o indivíduo seja adepto às atividades físicas, também é preciso ter atenção com superfícies acidentadas, estas que podem favorecer uma torção e, consequentemente, uma lesão no tendão de Aquiles.

Agendar consulta com Ortopedista de Pé e Tornozelo

Dr. Rodrigo Vicente

Endereço

Rua Iraúna, 195 – Vila Olímpia - São Paulo – SP

Telefone

(11) 3051-4304

    Últimas do Blog

    • A fratura no tornozelo é muito comum em nosso dia a dia. Ela é similar à entorse, porém acomete os ossos. Lesões esportivas, quedas de alturas e acidentes de trânsito são as causas mais comuns. A articulação do tornozelo é uma das mais importantes do...

    • Osteocondrite dissecante do tálus é uma lesão na cartilagem do tornozelo e pode ocorrer após uma torção. O paciente sente dor contínua e incapacidade de caminhar. Esse tipo de lesão ficou conhecida no mundo dos esportes por aparecer após um trauma prévio. É também conhecida...

    • Usar salto alto em excesso faz mal para o pé e tornozelo. Além disso, pode causar problemas aos quadris, joelhos e coluna. O salto alto altera a forma natural que a pessoa pisa no chão, colocando todo o peso do corpo na parte anterior do...