Tendinite no tornozelo

O que é a tendinite do tornozelo?

tendinite no tornozelo

A tendinite no tornozelo é uma condição bastante comum em diversas pessoas, especialmente em pacientes que são esportivamente ativos, visto que esta condição se caracteriza pelo uso excessivo de uma desta estrutura, responsável pelo movimento articular.

 

Este problema ocorre por conta da inflamação dos tendões, que acabam se estressando, sofrendo pequenas fissuras em sua estrutura e, se o devido descanso não for respeitado, estas microfraturas não cicatrizam, irritando o tendão, tornando-se crônico se não tratado de forma correta.

 

O que é o tendão de Aquiles?

Também conhecido como tendão calcâneo ou de Aquiles, é uma estrutura responsável pela função de articular de flexão do joelho e tornozelo, importante para os movimentos de marcha.

 

Por estar associado a estas duas partes do corpo, que são fundamentais para os movimentos diários, o tendão tende a se desgastar, prejudicando a qualidade de vida do paciente.

Quais as causas da tendinite no tornozelo?

A tendinite pode ser causada por conta da realização de ações que sobrecarregam o tendão, indo além de sua capacidade natural, desencadeando um processo inflamatório, que interfere em sua vida diária.

 

Atividades como digitar, correr ou levantar muito peso de forma constante, podem fazer com que a tendinite se desenvolva, especialmente se não houver uma interrupção para a recuperação natural.

 

O excesso de peso também pode favorecer a tendinite no tornozelo, visto que o a carga exercida sobre a estrutura, provoca o desgaste prematuro da estrutura.

 

Por que a tendinite se torna crônica?

tendinite no tornozeloA tendinite no tornozelo pode se tornar crônica por conta de fatores como, a falta de procura por um tratamento ou caso o paciente não respeite a recuperação prescrita pelo médico.

 

Quando o corpo está em constante movimento, as estruturas que compõem o sistema musculoesquelético não têm o devido tempo para se recuperar o estresse que sofrem ao longo das atividades físicas ou até mesmo, diárias. Com isso, inicia-se um processo degenerativo no tendão, onde o mesmo acaba perdendo sua flexibilidade, fator que impacta diretamente em seu funcionamento, gerando uma inflamação recorrente.

 

As dores crônicas são aquelas que se fazem presentes por um período maior do que três meses e, de acordo com a Sociedade Brasileira de Estudos da Dor (Sbed), cerca de 37% dos brasileiros sofrem com algum tipo de problema crônico.

 

Os perigos do uso do salto alto

tendinite no tornozeloApesar de a tendinite no tornozelo estar associada com a prática esportiva, pessoas com uma rotina pouco ativa também podem estar suscetíveis a este problema.

 

Um dos grandes causadores da tendinite no tornozelo está relacionado com o uso do salto alto, que provoca o estresse constante nos tendões, favorecendo o desgaste.

 

Além dos calçados, alterações biomecânicas, onde os pacientes apresentam o encurtamento do tendão de Aquiles, pode provocar a tendinite constante na região.

 

Quais os sintomas da tendinite no tornozelo?

Os tendões são responsáveis por dar força aos músculos e, consequentemente, realizar os movimentos naturais. Quando esta estrutura se encontra inflamada, a dificuldade de movimento é o principal sintoma desta condição, acompanhado pela dor e rigidez articular.

Diagnóstico para tendinite no tornozelo

O diagnóstico para a tendinite é feito por um ortopedista especialista em pé e tornozelo, que irá realizar testes clínicos e, a fim de complementar e sustentar sua avaliação, exames de imagem podem ser solicitados pelo médico, para que o tratamento adequado, que favoreça uma recuperação segura do paciente, seja elaborado.

Qual o tratamento para tendinite no tornozelo?

A partir da avaliação do ortopedista especialista em pé e tornozelo, o tratamento através do uso de palmilhas específicas, pode ser prescrito. Além disso, o repouso é outra ferramenta utilizada para tratamento, a fim de controlar a inflamação na região.

 

tendinite no tornozeloTécnicas como o uso de ondas de choque, auxiliam na cicatrização e no controle das inflamações dos tendões.

 

Em quais casos é indicada a cirurgia?

Em quadros mais graves, a cirurgia para reconstruir o tendão lesionado, pode ser feita. Este tipo de procedimento costuma ser feito em casos em que o tendão se desgasta ou apresenta um encurtamento.

 

Após a cirurgia ou até mesmo através do tratamento conservador, sessões de fisioterapia podem ser realizadas, a fim de fortalecer a estrutura e restabelecer as funções normais do tornozelo.

 

O paciente também deve ser conscientizado a dosar a intensidade dos treinamentos, caso seja esportivamente ativo. Em situações em que o problema ocorre devido ao uso constante do salto, o ortopedista especialista em pé e tornozelo pode indicar o uso de calçados em que a planta dos pés fique toque o chão de forma uniforme, sem que gere estresse no tendão.

Como prevenir a tendinite no tornozelo?

A tendinite no tornozelo pode ser prevenida com atitudes do paciente em seu dia a dia, como a mudança nos treinamentos. É importante respeitar o descanso após as atividades físicas, para que os tendões cicatrizem após sofrerem com o estresse dos movimentos.

 

Durante os esportes, é sempre válido ter o acompanhamento de um profissional de educação física para instruir o paciente a realizar movimentos corretos, que não favoreçam o desgaste tendinoso de forma prematura.

 

Outro fator está na questão do controle do peso, uma vez que este fator favorece o problema, ter uma dieta balanceada previne não só o surgimento de uma tendinite no tornozelo, como uma série de problemas de saúde em geral.

 

Caso você sinta um desconforto constante na região, não deixe de procurar um ortopedista especialista em pé e tornozelo para avaliação e diagnóstico do quadro.

Agendar consulta com Ortopedista de Pé e Tornozelo

Dr. Rodrigo Vicente

Endereço

Rua Iraúna, 195 – Vila Olímpia - São Paulo – SP

Telefone

(11) 3051-4304

    Últimas do Blog

    • A fratura no tornozelo é muito comum em nosso dia a dia. Ela é similar à entorse, porém acomete os ossos. Lesões esportivas, quedas de alturas e acidentes de trânsito são as causas mais comuns. A articulação do tornozelo é uma das mais importantes do...

    • Osteocondrite dissecante do tálus é uma lesão na cartilagem do tornozelo e pode ocorrer após uma torção. O paciente sente dor contínua e incapacidade de caminhar. Esse tipo de lesão ficou conhecida no mundo dos esportes por aparecer após um trauma prévio. É também conhecida...

    • Usar salto alto em excesso faz mal para o pé e tornozelo. Além disso, pode causar problemas aos quadris, joelhos e coluna. O salto alto altera a forma natural que a pessoa pisa no chão, colocando todo o peso do corpo na parte anterior do...